Premiere Pro e After Effects

Premiere Pro e After Effects

Apesar de serem bem parecidos, esses dois softwares utilizam o seu sistema de uma forma um pouco diferente.

CPU: As previsualização dos encoding e dos renderes são um processo que utilizam intensamente CPU, então para melhorar o seu tempo de exportação é necessário ter a CPU mais rápida possível no seu computador. Tanto o Premiere Pro quanto o After Effects são utilizam poucas threads durante o processo de encoding. Isso significa que dependendo do projeto, a codificação pode usar entre 4 a 8 núcleos do CPU. Nossas estações de trabalho com processadores Intel® Core ™ i7 overclocked são a forma mais rápida de acelerar esse processo.

GPU: Uma GPU de qualquer tipo não ajuda o processo de encoding (de enviar o arquivo para o seu PC), no entanto ele pode melhorar a velocidade de processamento de alguns efeitos antes da codificação. Em alguns casos ao exportar, o GPU é pouco utilizado para a aceleração, quando não são totalmente utilizado.

Múltiplas GPUs: Ambas as aplicações não terão muitos benefícios do uso de múltiplas GPU para a edição, mas o Premiere Pro certamente poderá se beneficiar de váris GPUs para o seu fluxo de trabalho, fazendo acelerar efeitos de GPU do Mercury Playback engine e o escalonamento de imagens.

Disco rígido: A utilização de SSD’s em RAID ou SSD’s NVMe ajudaram bastante a performance.

Caso queira mais informações, pode acessar esse artigo do Forum da Adobe: https://forums.adobe.com/thread/2122549

Mostrando todos os 3 resultados