blog sobre computadores workstations, desktops e servidores

Blog

Voltar

Você sabe diferenciar Workstation, PC e MAC? Aprenda aqui!

Tecnologia

- 14/02/2018

As pessoas confundem os termos, e não conseguem diferenciar bem um Workstation de um PC ou MAC só pela aparência. Apesar de serem parecidos externamente, são equipamentos distintos. Cada um possui uma finalidade diferente, e é indicado para pessoas e tarefas certas, considerando suas características e seu desempenho.

Os três modelos não são necessariamente concorrentes, pois visam atender necessidades específicas, o que lhes garantem usuários fidelizados. Você conhece a diferença entre eles? Está na hora de sanar essa dúvida de uma vez por todas. Confira a seguir as principais diferenças entre Workstation, PC e MAC.

PC (Personal Computer)

PCs são os computadores mais simples. Facilmente encontrados nas lojas, são versões mais populares de equipamentos informáticos e, devido à sua simplicidade, muito utilizados como computadores pessoais em casa.

PC-windows

Características do PC

O PC é composto por um gabinete, onde são conectados todos os componentes necessários ao seu funcionamento, como placa-mãe, placa de vídeo, placa de som, placa de rede, memória, HD, processador e outros drivers. Geralmente os hardwares são conectados à placa-mãe via slots, o que permite expansão por meio de placas acopláveis. Externamente, são constituídos por periféricos, como monitor, teclado e mouse.

Nesse modelo, a placa-mãe recebe diversas funcionalidades, podendo ter seus recursos expandidos. As funções mais básicas, como redigir e editar textos, podem ser facilmente executadas. Hoje, é o modelo mais popular e barato do mercado.

Compatibilidade de softwares

Com relação aos softwares, a maioria dos PCs do mercado é vendida com a versão mais atualizada do sistema operacional Windows da Microsoft. No entanto, esse cenário deve mudar com o avanço de concorrentes de peso, como o Linux da Red Hat. Algumas lojas já oferecem as opções do Linux em vez do Windows.

Para quem os PCs são indicados

Os PCs são considerados computadores domésticos, e desempenham tarefas bem simples, como o uso da internet. As capacidades são bem limitadas, o que os torna acessíveis à população. Mesmo assim, muitas empresas os utilizam para a realização de tarefas menos complexas, como elaboração de planilhas, redação de documentos, controle de agenda de clientes, entre outras.

Desempenho do PC

Geralmente os modelos mais básicos negociados atualmente oferecem um processador Intel Dual Core de 2.41 ghz, ou da linha Core i3, memória RAM de 4 GB, HD de 500 GB e DVD/RW embutido no gabinete. Se você entende de computadores, sabe que essas configurações são bem limitadas ao uso doméstico.

MAC

MAC é um termo genérico, utilizado para especificar todos os computadores – de característica desktop e laptops – da marca Apple. Não são tão diferentes das demais marcas, mas possuem especificações que os valorizam no mercado.

apple-mac

 

Características do MAC

O que realmente diferencia um MAC dos outros fabricantes, é que ele usa um sistema operacional próprio da Apple: o “macOS”. O MAC também utilizava um processador diferente, mas hoje rendeu-se aos processadores Intel, pelo melhor custo-benefício.

O MAC ainda possui outras características próprias. O teclado, por exemplo, não é como o de outros computadores. Ele possui um padrão diferente de combinações de teclas, para executar funções como copiar, recortar, colar, abrir e fechar janelas.

Desempenho do MAC

Com a padronização do mercado, o MAC ainda consegue se diferenciar pela interface do sistema operacional, e pela otimização para hardwares que ele entrega. Consequentemente, oferece um desempenho melhor do que os PCs de outras marcas, que são compostos por conjuntos de drivers e hardwares parecidos.

Outro diferencial do MAC é o design dos produtos. A maioria deles é reconhecível a distância, pois destaca-se dos modelos padrões que outras marcas comercializam.

Para quem os MACs são indicados

Assim como os PCs, o MAC também é indicado para uso pessoal. As empresas podem até adotá-lo no local de trabalho por oferecer um desempenho melhor que os tradicionais PCs, mas dependendo das tarefas, pode deixar a desejar, já que a configuração baixa limita o desempenho em muitas atividades.

Workstation

Um Workstation (estação de trabalho) é um computador que, fisicamente, lembra um PC ou um MAC, mas não se engane, pois as diferenças são grandes. Podemos dizer que ele é um equipamento intermediário na comparação de um simples PC com um HPC (supercomputador).

O que diferencia a Workstation do PC e MAC

A diferença do Workstation para um PC ou MAC muitas vezes fica escondida, e é revelada somente quando se usa o equipamento. Isso porque se trata de um computador que entrega desempenho superior, e uma capacidade de processamento bem além dos computadores convencionais.

Geralmente as Workstations não são produzidas em série, mas encomendadas (montados) individualmente, com as peças e os componentes certos para atender adequadamente a uma necessidade específica. Sua alta eficiência não gera calor excessivo (não superaquece), e ela é bem mais estável. Além disso, conta com uma durabilidade muito maior.

Normalmente, os computadores comuns usam as mesmas ferramentas que um Workstation, mas de maneira bem limitada. Dessa forma, não suportam o processamento de diversos recursos ao mesmo tempo e, quando muitos softwares estão em uso, a produtividade pode ser drasticamente afetada.

Vantagens do Workstation

Além de estabilidade, o workflow (fluxo de trabalho) ganha mais agilidade. Enquanto em um Mac um vídeo leva cerca de 4 horas para ser renderizado, com um Workstation esse tempo pode ser reduzido para apenas 30 minutos. Em outro exemplo, o processo de color grading que dura de 5 a 6 horas em um PC ou MAC, no Workstation pode durar apenas 1 hora.

Isso significa finalizar tarefas mais rapidamente e suportar uma carga de trabalho muito maior, elevando os níveis de produtividade. Como resultado, o valor investido na aquisição pode ser retornado em menos tempo.

Desempenho do Workstation

Em PCs simples, trabalhos com vídeos em 4K, por exemplo, podem ser bem difíceis, pois devido à placa de vídeo não ser adequada para suportar a qualidade ultra HD, os programas de edição vivem fechando sozinhos, exigindo até que o computador seja reiniciado muitas vezes.

Com um Workstation isso não ocorre, pois os processadores são de alta performance e ele pode ser montado com a placa de vídeo necessária para esse tipo de trabalho. Enquanto um PC comum suporta o limite de 16 GB de memória RAM, o Workstation vai além e entrega 64 GB, podendo ser expandido as vezes para até 1024 GB.

Para quem os Workstations são indicados

Por ser um computador de altíssimo desempenho, é indicado para aplicações técnicas específicas ou científicas. Ou seja, é voltado para o trabalho. Arquitetos, engenheiros, desenhistas industriais, modelagens em 3D, edição de imagens, áudio e vídeo, animação, realidade virtual (VR), simulações computacionais na área da física e matemática, além de análise por elementos finitos são alguns exemplos de bom uso para o equipamento.

Um Workstation resolve problemas crônicos como o desperdício de tempo, erros de renderização, alto consumo de memória e processamento e desgaste acelerado das máquinas. Isso o torna essencial para quem quer desenvolver uma carreira ligada à produção de mídia.

Luan, usuário de Workstation dá o seu testemunho e afirma: “Trabalho com edição de vídeos há mais ou menos 4 anos. Depois de remar com iMacs, notebooks e outros computadores, fiquei bem feliz com a minha compra. Pela primeira vez, consegui tratar cor e visualizar, em tempo real, um vídeo em 4k gravado em 10 bits de cor. Além do design bonito, o equipamento é silencioso e bastante funcional.”.

Apesar de serem parecidos por fora, o Workstation, o PC e o MAC possuem características e aplicabilidades bem diferentes. Nesse caso, para ter sucesso na profissão, o usuário deve escolher aquele que atender melhor às suas necessidades no trabalho.

Pronto para começar? Entre em contato conosco e faça a melhor escolha!

 

conheça-as-workstations-razor